Facebook

Instagram

Publicidade








Já viu o último vídeo?



Já é seguidora?

sábado, 22 de março de 2014

STOP animal TESTING!!!

É difícil falar sobre os animais utilizados em testes sem sentir um nó na garganta e uma revolta desesperadora.
O ser humano precisa parar com a mania de utilizar do argumento de ser “a espécie mais evoluída” como pretexto para dominar as demais espécies e torna-las reféns dos seus desejos ou necessidades.

O ser humano precisa começar a resolver os seus problemas sem gerar sofrimento às outras espécies que sequer tem condições de se defender. Como seres “evoluídos” que achamos que somos deveríamos estar protegendo as outras espécies e não torturando.

No site da PETA e da ONG encontramos duas listas importantes:


Não é fácil substituir as marcas que adoramos, mas se elas geram sofrimento aos animais, então elas não podem ser realmente boas.

Tendo alternativas como experiências in vitro, testes em humanos voluntários, consulta numa lista de milhares de ingredientes já conhecidos como seguros – dentre outros métodos que você pode conferir aqui ou aqui-, é tolice dizer que os testes em animais são o único meio de garantir que um cosmético é seguro.


Como são feito os testes em animais? Quais são as alternativas?
Neste endereço, caso queiram ler com mais detalhes, há um texto falando tudo sobre como são feito os testes, porque são feitos, dentre outras informações (não há fotos de animais mortos ou coisas do tipo, apenas informações, porém, o relato detalhado de como torturam os animais pode impressionar os mais sensíveis).

Empresas que TESTAM em Animais:



M.A.C. Cosmetics

Johnson & Johnson (Aveeno, Clean & Clear, Listerine, Lubriderm, Neutrogena,Rembrandt, ROC, etc.)


L'Oreal (Biotherm, Cacharel, Garnier, Helena Rubinstein, Giorgio Armani, Kiehl's, Lancôme, Matrix Essentials, Maybelline, Redken, Ralph Lauren Fragrances, Vichy, etc) - Recordo que 50% da L'Oreal pertence à multinacional Nestlé.



Procter & Gamble (Always, Crest, Downy, Febreze, Gillete Co., Head & Shoulders, Herbal Essences, Iams, Ivory, Joy (Detergente de Loiça, não o sumo/suco), Max Factor, Mr. Clean, Olay, Old Spice, Pampers, Pantene, Physique, Puffs, Secret, Swiffer, Tide, Vicks, Zest, etc.)



Unilever (Axe, Dove, Lux, Ponds, Signal, Suave, Sunsilk, Vaseline, etc.)


NOTAS:
  1. Apesar de no PDF estar expresso "The Body Shop" esta foi agora comprada pela L'Oreal.

  1. A Yves Rocher pertence à lista de empresas que testam os seus produtos em animais, porque foi retirado o estatuto de "Cruelty Free" desde que a marca começou a vender alguns produtos na China. A China (infelizmente) é um país que obriga o teste em animais antes da comercialização. Porém, a Yves Rocher não faz esses testes e passo a citar: "Em 1989, a Yves Rocher foi a primeira marca de produtos de beleza a acabar com a realização de testes em animais, substituindo-os por métodos alternativos (...) as autoridades chinesas podem decidir, de forma unilateral, testar elas mesmas, produtos cosméticos antes da sua comercialização no seu território.". Para saber mais sobre esta informação visita o blog The Make-up Pixie. Visitem também a página da Yves Rocher onde falam do seu empenho em banir os testes em animais.

Empresas que NÃO Testam em Animais
  • Calvin Klein Cosmetics

  • Oriflame


Kiko

Essence


Nivea


Labello

Eucerin


Urban Decay



A União Europeia proibiu a realização de testes de produtos acabados em animais no início da década de 1980.


Para além disso, a comercialização de produtos de cosmética com ingredientes testados em animais fora da UE é proibida desde Março de 2009.

"Quando nos referimos aos animais, independentemente da espécie, raça, cor ou sexo, partimos do pressuposto que são vidas, sentem dor, medo e tudo mais que podemos sentir.

Diferentemente do que muitos pensam, os animais não estão aqui para nos servir. É nosso dever respeitá-los e protegê-los como seres vivos." Citação do site PEA.




A minha opinião:
Custou-me bastante escrever este post. Fiz muita pesquisa, li imensos blogues e artigos de associações relevantes e das próprias marcas em causa. Depois de tudo o que li para escrever este post descobri que o mundo da cosmética não é um mundo lindo e perfeito mas sim uma realidade muito negra e sombria, um autêntico filme de terror. 
Quando entrei na minha casa-de-banho e comecei a ver todas as marcas que compactuam com estas barbaridades sem escrúpulos, confesso que senti peso na consciência porque de algum modo eu própria estava a ser cúmplice. 
Agora que descobri esta realidade, essas marcas nunca mais vão entrar na minha casa. Apelo a todas vocês que pensem no assunto, investiguem as marcas que vocês usam, aquelas que mais gostam e tirem as vossas próprias conclusões. Perguntem-se se os vossos produtos de beleza compensam a tortura e morte lenta de animais indefesos.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...